Deputada Kátia Oliveira defende ampliação de delegacias para mulheres e Ronda Maria da Penha na Bahia

Deputada Kátia Oliveira defende ampliação de delegacias para mulheres e Ronda Maria da Penha na Bahia

- Em Destaque

A deputada estadual Kátia Oliveira (MDB) defendeu o fortalecimento de políticas de combate e prevenção à violência contra a mulher na Bahia. Para ela, a criação de novas unidades de Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deams) e a interiorização da Ronda Maria da Penha são medidas fundamentais para o enfrentamento às ações violentas contra o público feminino.

“Em números absolutos, a Bahia foi o segundo estado com mais casos de homicídios de mulheres em 2017, segundo o Anuário da Segurança Pública, com 474 ocorrências, atrás apenas de São Paulo, que registrou 508. Em números relativos a 100 mil habitantes, a taxa no nosso estado foi de 6,1 – a nona maior. No mesmo ano, foram mais de 11 mil casos de violência doméstica na Bahia”, afirmou Kátia, em artigo publicado num jornal de Salvador.

Na Bahia, um estado com 417 municípios e uma extensão territorial continental, apenas existem 15 delegacias para mulheres, de acordo com ela. Isso significa que existe apenas uma Deam para cada grupo de 500 mil baianas no estado. “Este número ainda é insuficiente. É fundamental que estes equipamentos cheguem nos principais polos regionais, aproximando as delegacias das mulheres”, disse a deputada.

A parlamentar ainda destaca que a ampliação da Ronda Maria da Penha iria inibir a violência, além de proteger e acolher as mulheres. “Ambas as medidas são importantes políticas de enfrentamento e prevenção”, destacou.

A deputada estadual defendeu o fomento a atividades de conscientização, como a criação de campanhas focadas nas mulheres, “divulgando canais de denúncia e, acima de tudo, quebrando uma barreira do silêncio que ainda existe e, por motivos diversos, faz com que muitas mulheres sofram caladas”.

Compartilhar: