LUTO: Morre dona Gracinha, voluntária do “São Conrado” aos 56 anos

LUTO: Morre dona Gracinha, voluntária do “São Conrado” aos 56 anos

- Em Simões Filho

Faleceu na tarde desta quinta-feira, 11 de julho, aos 56 anos, a líder comunitária e voluntária do bairro São Conrado, na região da Pitanguinha, Maria das Graças Santos Brito. “Dona Gracinha”, carinhosamente conhecida pela população de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), usava a sua principal riqueza, o “dom do amor”, para contribuir na vida das pessoas e dos mais carentes. No dia 17 de julho, ela completaria 57 anos.

O seu amor e o olhar ao próximo a levou a incentivar e influenciar diversas pessoas da comunidade de que para “todas as causas, juntos somos mais fortes”. Diversas campanhas, Natal Solidário, Festa das Crianças, a Páscoa para os pequenos, entre tantas outras ações, se destacaram na comunidade com a iniciativa desta grande mulher.

Uma “RAINHA”, engajada na defesa do bem e do amor ao próximo, a mais de 40 anos morando no bairro São Conrado, Dona Gracinha, mesmo com a saúde um pouco abalada há algum tempo, se revestiu de que “tirar um tempo em prol de contribuir na vida das pessoas”, foram pedrinhas preciosas para a sua coroa de uma verdadeira RAINHA”.

Em março, Dona Gracinha viveu um momento muito especial na sua vida. Ela foi agraciada com a Medalha Noêmia Meireles Ramos, uma homenagem da Câmara de Vereadores de Simões Filho, sendo a sua indicação outorgada pelo vereador Everaldo Silva, popular, “Vel”. Naquela oportunidade, em entrevista ao ‘Rede Imprensa’, manifestou seus agradecimentos, mas vale ressaltar, que Deus em sua extrema sabedoria, a premiou não somente com aquele reconhecimento, mas, sobretudo pelo amor de todas as pessoas que a conheceram e que foram motivadas por ela, a fazer o bem ao próximo.

Ela estava internada, prestes a fazer uma cirurgia, mas na tarde de hoje, Deus a recolheu para os seus braços. Dona Gracinha deixa filhos, netos e uma comunidade em LUTO.

A reportagem se expressa com profundo pesar e consternação e devota que o amparo, a acolhida e o conforto de Deus, manifestem a todo grupo “Voluntários São Corado” e em todos os corações tristes e abalados com esta triste notícia. Dona Gracinha jamais será esquecida, principalmente naquela comunidade por deixar um legado de amor e de que vale a pena fazer o bem e amar o próximo.

A qualquer momento informações sobre velório e horário do sepultamento. 

Compartilhar: