Secretária Andrea Pereira e administradores distritais lamentam morte da líder comunitária Gracinha Brito

Secretária Andrea Pereira e administradores distritais lamentam morte da líder comunitária Gracinha Brito

- Em Simões Filho

Redação Rede Imprensa / Marcos Castelli

Servidores da Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc), pasta liderada pela secretária Andrea Pereira, prestaram homenagem póstuma durante velório da líder comunitária Maria das Graças dos Santos Brito, popular “Gracinha Brito”, 56 anos, falecida na última quinta-feira, 11 de julho, após internada, passar mal e submeter a uma cirurgia de emergência no Hospital do Subúrbio. Um clima de grande tristeza e comoção tomou conta das servidoras, principalmente, suas colegas administradoras distritais.

Administradores distritais

Administradora distrital, dona Gracinha deixa um legado de amor e dedicação ao próximo. “É um momento triste e de pesar, uma líder, exemplo de liderança na comunidade com muitos anos de trabalho, e mesmo com as questões de saúde, sempre estava lá conosco nas reuniões, buscando orientações, então, é uma história de vida dedicada às pessoas. Nós estamos aqui para homenagear esta grande mulher guerreira e consciente da sua responsabilidade social, uma perda irreparável para nossa cidade”, lamentou a secretária Andrea Pereira.

Durante o velório, após ministração da palavra de Deus por um líder evangélico, a administradora distrital, Lia (CIA I, Quadra 6), em discurso fez um apelo aos familiares no sentido de que o trabalho e as ações sociais desenvolvidas por dona Gracinha devem continuar. “Ela era uma grande liderança e amava São Conrado e sempre teve medo de ir e os trabalhos pararem, por isso que fiz aquele apelo aos filhos e netos que continuem com as ações desenvolvidas porque era o que ela mais amava que era ajudar e se dedicar ao povo, principalmente as crianças”, disse.

Dona Gracinha (vestido vermelho)

Muito emocionada, a Adm distrital, Eliane (CIA 2), lamentou profundamente a morte da sua amiga. “É uma grande perda para nós Adm’s, porque Gracinha era uma excelente pessoa, de um coração enorme e todos nós estamos sentindo a sua perda. Todos nós colegas da secretaria estamos chorando e de luto. Que Deus conforte a nossa secretária Andrea Pereira e todos os familiares e amigos”, pontuou.

Dirlene, administradora distrital da Pitanguinha, durante o velório por muitas vezes se emocionou e foi amparada por amigas. “Quero dizer a todo povo de Pitanguinha e aos simõesfilhenses que nós tivemos uma grande perda porque Gracinha sempre foi uma mulher guerreira, uma mãe da comunidade que realizava muitas ações. Agradecemos ao nosso prefeito Dinha e nossa deputada Kátia Oliveira por marcarem presenças no velório. Foi uma grande perda, mas o trabalho vai continuar”.

Com poucas palavras, a Adm Solange (Largo Saruim), bastante consternada disse que o falecimento de dona Gracinha foi “uma grande perda irreparável e a comunidade perde uma guerreira”.

Gracinha Brito deixa 7 filhos e 14 netos. A líder comunitária foi sepultada no final da manhã desta sexta-feira, 12 de julho, no Cemitério São Miguel, em Simões Filho.

VEJA TAMBÉM:

Prefeito Dinha e deputada Kátia Oliveira acompanham velório e sepultamento da líder comunitária Gracinha Brito

Ivson da Regulação, um dos parceiros do Voluntários São Conrado lamenta morte de dona Gracinha

 

Compartilhar: