Simões Filho: Cadastro Cultural será mecanismo para artistas receberem auxílio emergencial

Simões Filho: Cadastro Cultural será mecanismo para artistas receberem auxílio emergencial

- Em Destaque

A Prefeitura de Simões Filho, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), segue realizando o Cadastro Cultural Municipal, com o objetivo de identificar e mapear todos os segmentos culturais existentes na cidade. O cadastro servirá como base para que os artistas, trabalhadores informais, possam receber auxílio governamental e subsídios, através da Lei Aldir Blanc.

Entre os auxílios e incentivos garantidos pela Lei, estão a Renda Emergencial no valor de R$ 600 (seiscentos) reais; Subsídios para a manutenção de espaços e entendidas artísticos e culturais; e a realização de editais, chamadas públicas, entre outros instrumentos.

Diante da pandemia de saúde, os cadastros passam a ser realizados de modo Online e é importante que todos os artistas, grupos culturais, agentes produtores, escolas de artes e espaços culturais, efetuem o cadastro ou atualizem os dados, evitando assim desencontro as informações já apresentadas.

Para realizar o cadastro online, acesse:

Individual:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdV92ppleHcPCE4-BAWtnJRMcmRh8RrBblg7oYnwHrz3acB8w/viewform?usp=sf_link

Grupo/coletivo: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScQKfA0qfjeS_ULXz4iIQU6cLnegD2rA23HUqbpENhGankcJg/viewform?usp=sf_link

A Secult disponibiliza ainda o email: cadastroculturalsf@gmail.com e o telefone: (71) 3396 6520, para esclarecimento de possíveis dúvidas e orientações.

O Projeto de Lei foi sancionado nesta segunda-feira (29), pelo Presidente da República e destina cerca de R$ 3 bilhões para o setor cultural, um dos principais afetados pela pandemia do Coronavírus. Pela medida, os trabalhadores informais, espaços artísticos e cooperativas culturais receberão um auxílio emergencial de R$ 600, paga em três parcelas mensais.

Share Button