Simões Filho: Câmara adota medição de temperatura em prevenção contra o Coronavírus

Simões Filho: Câmara adota medição de temperatura em prevenção contra o Coronavírus

- Em Simões Filho

A partir de terça-feira (23), a Câmara de Simões Filho passou a realizar a medição de temperatura de todas as pessoas que ingressam no prédio do Legislativo Municipal. A medida anunciada pela Casa Legislativa tem o objetivo de prevenir o contágio, transmissão e proliferação pelo Coronavírus (Covid-19) como forma de conter o avanço da pandemia na cidade.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Orlando de Amadeu (PSDB), a verificação de temperatura no acesso às dependências do Legislativo é a mais nova de uma série de medidas que a Câmara tomou para a prevenção do contágio pelo Coronavírus e argumenta que a iniciativa pode facilitar a identificação de pessoas contaminadas, já que a febre é um dos sintomas da Covid-19.

“A realização de medição de temperatura em áreas de intensa circulação, como a Câmara,  consiste em medidas adequadas para evitar a proliferação do Coronavírus”, disse.

Pensando nisso, o Legislativo implementou a partir de terça (23) um medidor de temperatura corporal que acusa quando uma pessoa está com febre, um dos sintomas do Coronavírus. Dessa forma, a ideia é evitar a contaminação pelo vírus. Além do uso do medidor, o funcionário da recepção disponibiliza um dispensador de álcool em gel 70% para a higienização das mãos de quem adentra ao prédio do Parlamento Municipal.

O aparelho mede a temperatura corporal pela distância. Se a pessoa tiver temperatura corporal aferida igual ou superior a 37,8ºC soará um alarme e não será permitido o acesso. Esse critério segue o Protocolo da Covid-19 divulgado pelo Ministério da Saúde.

Caso a pessoa esteja sem máscara, a mesma é orientada pelo funcionário da recepção em fazer uso da proteção facial para evitar o risco de contágio pelo Coronavírus. Caso não tenha febre e esteja de máscara, ela pode usar o dispensador de álcool em gel 70% para higienizar as mãos e depois acessar o prédio do Legislativo.

Os vereadores participam atualmente de sessões semipresenciais, já que estão sendo realizadas também de forma remota através de sistema de videoconferência.

Essa medida preventiva foi regulamentada pela Casa e apresentada na 48ª sessão ordinária, seguindo os protocolos de saúde obrigatórios recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e pela Secretaria Estadual e Municipal de Saúde.

Confira as medidas restritivas e preventivas:

– Realização das sessões de forma semipresencial e remota;

– Uso obrigatório de máscaras para proteção facial e álcool em gel 70% nas dependências da Câmara, com fornecimento de máscaras aos funcionários da Casa;

– Higienização de todos os materiais, objetos de escritório e ambientes como gabinetes, setores administrativos, recepção, banheiros, corredores etc.;

– Disponibilização de dispensadores de álcool em gel no prédio do Legislativo;

– Orientação para circulação de ar em todas as salas, com janelas abertas;

– Restrição de acesso e circulação do público externo às dependências da Câmara, além de suspensão de Sessões Especiais, Solenes e Audiências Públicas que causam aglomeração de pessoas;

– Redução do horário de expediente dos setores administrativos, de segunda à sexta, das 8h às 12h;

– Rodízio de trabalho entre servidores e assessores e adoção do sistema de home office (trabalho em casa);

– Afastamento de servidores com mais de 60 anos de idade e portadores de doenças crônicas dentro do grupo de risco;

– Orientação para não compartilhar objetos, como talheres, xícaras, copos etc.

 

*Ascom |CMSF
Share Button