Com possibilidade de 2ª onda, governo busca saída legal para prorrogar auxílio emergencial

Com possibilidade de 2ª onda, governo busca saída legal para prorrogar auxílio emergencial

- Em Destaque

 A equipe econômica do governo federal avalia estender o pagamento do auxílio emergencial. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou há alguns dias que o governo não trabalha, neste momento, com a hipótese de prorrogação do benefício.

Nesta segunda-feira, Guedes disse que, em caso de uma segunda onda da Covid-19, o governo já sabe a parcela dos beneficiários que “realmente precisa” continuar recebendo o auxílio, segundo informações do Estadão.

O teto de gastos é a grande questão enfrentada pela equipe econômica. Os técnicos ainda não descobriram a maneira de estender o pagamento do benefício sem furá-lo. Para quem não lembra, o teto foi aprovado no governo Michel Temer e proíbe que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação.