Dinha lembra dívidas deixadas por governo anterior e destaca novo Mercado Municipal entre as grandes obras da sua gestão

Dinha lembra dívidas deixadas por governo anterior e destaca novo Mercado Municipal entre as grandes obras da sua gestão

- Em Simões Filho

Nesta sexta-feira (24), o prefeito de Simões Filho e pré-candidato à reeleição, Dinha Tolentino (MDB), destacou os desafios do seu primeiro mandato como gestor da cidade, considerada a 6ª maior economia do país.

Em entrevista a uma emissora de rádio, o prefeito lembrou de dívidas deixadas pela gestão anterior e as medidas tomadas durante o seu governo para reestabelecer a “saúde financeira” do município.

“Em 2016, nós encontramos um caos em todos os níveis. Não só na área financeira, mas em questões sociais, de infraestrutura e saúde. Herdamos uma dívida de mais de R$ 350 milhões”, explica o gestor.

Além da “herança maldita”, Dinha ainda destaca um outro desafio, a requalificação do Mercado Municipal, uma promessa que a população de Simões Filho esperava há mais de dez anos.

“Para requalificar o Mercado Municipal eu precisei primeiro limpar o nome da cidade. Pagar as dívidas que o ex-prefeito deixou, para que a gente pudesse ter um município respeitado a nível financeiro e moral”, afirma.

Após reduzir a dívida pública do município, gestão do prefeito Dinha firmou parceria com a Caixa Econômica Federal para a realização das obras do Novo Mercado Municipal.

Permissionários

“Tivemos um diálogo constante com os permissionários e chegamos a um entendimento. Nos responsabilizamos em acelerar as obras de requalificação e estamos cumprindo. Inclusive, nos próximos dias vamos entregar a primeira praça de alimentação, onde era a antiga feira dos animais”, explica.

Mobilidade

Os investimentos na requalificação do Novo Mercado Municipal gira em torno de R$ 10 milhões. A Prefeitura de Simões Filho também está construindo um sistema viário no entorno do equipamento.  O objetivo é acabar com o congestionamento que ocorre constantemente na frente do Mercado Municipal.