Itália volta a registrar mais de 800 óbitos por coronavírus em 24h

Itália volta a registrar mais de 800 óbitos por coronavírus em 24h

- Em Mundo

A Itália voltou a registrar mais de 800 óbitos decorrentes da Covid-19 dentro de 24 horas. Nesta quinta-feira (26), o Ministério da Saúde do país confirmou a ocorrência de 822 mortes, quinto maior recorde desde o início da crise sanitária. O maior foi registrado em 27 de março, quando houve 919 mortes. Ao todo, já são 52.850 vítimas da doença.

Foto: Vincenzo PINTO / AFP)

O boletim recente contabilizou também 29.001 novos casos, o que atualizou para 1.509.875 o total de pessoas infectadas pelo coronavírus. De acordo com informações da ANSA e do UOL, no entanto, a média móvel de diagnósticos positivos em uma semana manteve a tendência de queda e chegou a 28.766, o menor número desde 4 de novembro, quando a média foi 28.661.

A avaliação é que a curva de contágios foi contida pelas medidas protetivas, como lockdown em sete das 20 regiões da Itália, toque de recolher noturno em todo o país e o fechamento de museus, escolas de ensino médio, cinemas e academias.

 A Itália ainda possui 661.180 pacientes curados e 795.845 pessoas com vírus ativo. Desse total, 3.846 estão na UTI – dois a menos que na quarta-feira (25). Essa é a primeira vez na “segunda onda” que o número de internados na UTI diminui de um dia para o outro.