Simões Filho realiza Campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

Simões Filho realiza Campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

- Em Destaque

A Prefeitura de Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS), intensificou as ações de proteção, conscientização e promoção à vida, com a campanha “21 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”. As atividades serão realizadas por meio de Lives @PrefeituradeSimoesFilho (Facebook e Instagram).

As atividades são coordenadas pela Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM), com o apoio do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram) – Nilda Fiúza.

“Não podemos recuar! É preciso intensificar a mensagem sobre a quebrar do ciclo do medo e do silêncio. Precisamos fortalecer os vínculos e, mais do que nunca, unir forças na luta contra os diversos tipos de violência contra o gênero. O convite continua sendo o mesmo, abrace essa causa! A qualquer sinal, denuncie, salve vidas! Disque 180”, pontuou Andrea Almeida, secretária da SPM.

A Programação visa promover a reflexão sobre importante temática, o fim da violência contra a mulher e o gênero. Confira a programa na integra:

Dia 20.11 – às 10h:

Tema – Prevenção à Violência contra a Mulher Negra;

Palestrante – Zélia Santos.

Dia 27.11 – às 10h:

Tema – A dependência química e a Violência contra a Mulher;

Palestrante – Jarquineide (Coordenadora Caps CIA 1).

Dia 04.12 – às 10h:

Tema – Empreendedorismo e Empoderamento Feminino;

Palestrante – Joice Jesus.

Dia 11.12 – às 10h:

Tema – A importância, o uso e a finalidade do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram);

Palestrante – Rosana Bastos (Representante da SPM do Estado da Bahia).

A campanha acontece anualmente, englobando uma série de relevantes ações no período. No município, as ações em promoção à vida acontecem ininterruptamente e a população conta diariamente com os serviços de apoio, acolhimento e orientação do CRAM, que disponibiliza uma equipe técnica, com psicólogas, advogadas e assistentes sociais.