Prefeito Dinha prorroga por mais 15 dias o fechamento do comércio em Simões Filho

Prefeito Dinha prorroga por mais 15 dias o fechamento do comércio em Simões Filho

- Em Destaque

O prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino Oliveira, popular “Dinha”, prorrogou por 15 dias, a contar a partir desta segunda-feira (06), o fechamento do comércio, como uma das medidas de isolamento social, com determinações para evitar a contaminação pelo novo Coronavírus (covid-19) na cidade. O mais novo Decreto Municipal de nº 222/2020, estabelece novas medidas de prevenção e controle para enfrentamento da doença com relação ao comércio no âmbito do território simõesfilhense.

Entre as justificativas, Dinha prefeito, aponta a necessidade de prorrogação, em detrimento da Portaria nº 454, de 20 de março de 2020 pelo Ministério da Saúde, declarando estado de transmissão comunitária do novo Coronavírus. Além disso, a publicação do Decreto nº 181, de 20 de março de 2020, pela Prefeitura Municipal declarando situação de emergência no município e estabelecendo medidas de prevenção e enfrentamento ao contágio pelo covid-19, como também a confirmação de 01 (um) caso de Coronavírus registrado em Simões Filho, no último sábado, 04 de abril.

Segundo o Decreto Municipal, “as medidas emanadas pelo Poder Público Municipal estão sujeitas à ampliação, diminuição ou revogação a qualquer momento, podendo ser ajustadas gradativa e progressivamente a depender da propagação do Coronavírus”.

MEDIDAS ADOTADAS:

– Fica prorrogado pelo prazo de 15 (quinze) dias as determinações de suspensão de funcionamento de estabelecimentos comerciais;

– As lojas de material para construção e auto peças ficam autorizadas a funcionar através de sistema de delivery ou retirada imediata do produto sem necessidade de acesso ao interior da loja, devendo ainda disponibilizar aos funcionários todos os EPI’s e itens de higienização necessários para prevenção de contágio, notadamente, álcool gel 70% e máscara de proteção;

– Os estabelecimentos comerciais já excetuados da medida de suspensão deverão: 1: disponibilizar aos funcionários todos os EPI’s e itens de higienização necessários para prevenção de contágio, álcool gel 70% e máscara de proteção. 2: disponibilizar aos consumidores a possibilidade de higienização das mãos com água, sabão e álcool gel 70%.  3: limitar a quantidade de acesso simultâneo ao interior dos estabelecimentos, a fim de evitar aglomerações;

As agências bancárias e casas lotéricas deverão sinalizar horizontalmente e com demais ferramentas que julgar necessária, o distanciamento mínimo de 1,5 (um metro e meio) entre os usuários que estiverem aguardando atendimento nas filas;

Vale lembrar que o “descumprimento das medidas restritivas previstas no Decreto ensejará ao infrator a aplicação das sanções administrativas”.

Na última segunda-feira (30/03), o prefeito Dinha prorrogou por mais 15 dias, a suspensão de aulas em escolas públicas e privadas. O decreto municipal, mantém a suspensão de atividades em casas de show, academias e parques infantis da cidade até o dia 14 de Abril. Outras iniciativas do Poder Público segue em assistência como a entrega de kits de limpeza e higienização a instituições da cidade, além da distribuição de cestas básicas aos idosos, deficientes e quilombolas.

Os munícipes podem entrar em contato com a Coordenação de Vigilância e Proteção à Saúde (CVPS), através dos números: 3296-1704 ou 98546-5909.

Share Button